Anuncio1

Fábrica clandestina de cosméticos é lacrada pela Polícia Civil após denúncias

Por Lucas Oliveira em 07/07/2021 às 10:41:27

Uma f√°brica clandestina de produtos cosméticos foi lacrada pela Polícia Civil na última sexta-feira (2) na rua Paulo Emílio D"Alessandro, no bairro Residencial Cedro em Botucatu (SP), após denúncia anônima.

A equipe da Delegacia de Investiga√ß√Ķes Gerais (DIG) da cidade cumpriu mandado de busca e apreens√£o expedido pela Justi√ßa e apreendeu mais de 100 mil itens no local.

A Vigil√Ęncia Sanit√°ria participou da dilig√™ncia e identificou que a farmac√™utica que atuava na empresa est√° irregular no Conselho Regional de Farm√°cia (CRF). Segundo a vigil√Ęncia, um processo de pedido de legaliza√ß√£o da empresa ainda est√° em curso, tendo em vista que a farmac√™utica n√£o est√° registrada no conselho como sendo respons√°vel técnica da f√°brica.

Ainda segundo os policiais, foram encontrados na f√°brica cinco rolos de etiquetas de diversos produtos, 2.650 embalagens de produtos capilares, 56 mil embalagens e 60 mil tampas de m√°scaras faciais.

Uma m√°quina envasadora e uma m√°quina rotuladora também estavam no local. Entre os itens apreendidos, os policiais identificaram recipientes de uma empresa da cidade e o dono foi localizado.

Após ser questionado, ele confirmou que os frascos com o nome da sua empresa realmente eram dele, mas disse que n√£o sabia que estavam na f√°brica.

No entanto, o propriet√°rio da f√°brica clandestina e um funcion√°rio alegaram que o dono da outra empresa identificada nas embalagens havia solicitado o desenvolvimento de produtos cosméticos para serem envasados e, por isso, sabia que as embalagens estavam l√°.

A perícia apreendeu todos os materiais encontrados e o local foi lacrado pela Vigil√Ęncia, que autuou a empresa investigada por diversas irregularidades. Os envolvidos foram qualificados e ser√£o investigados por meio de inquérito policial. O caso fora apresentado junto ao 1¬ļ Distrito Policial do município, que prossegue com as dilig√™ncias.

Comunicar erro
Anuncio Palas

Coment√°rios